segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Morar fora e os tipos de amigo


Já me deparei com os seguintes tipos de "amigo" por aí:

1- Amigo desconfiado de você: é aquele que desconfia dos seus sentimentos em relação ao seu gringo, pergunta se você gosta mesmo dele, se o trai... ( até parece que se fosse o caso eu iria contar minhas aventuras para ele!!!Rá!). Acho que para muitos homens brasileiros é difícil aceitar que as mulheres podem mesmo se apaixonar por um estrangeiro, o homem brasileiro tem uma auto estima elevada demais, né? Que saco isso.

2- Amigo curioso: é aquele que não poupa perguntas, não perguntas demonstrando interesse pela sua nova pátria, mas sim sobre a sua nova vida. Perguntam qual profissão do seu marido, se ele é rico, se você trabalha, se ganha bem, se o dinheiro é só seu ou você tem que pagar contas na casa, se o gringo é bom de cama, se ele é frio ou quente, quantos quartos tem o seu apartamento, se o apartamento é próprio ou alugado e por aí vai... ( deveriam ter me avisado que o papo fazia parte do programa "Entrevista com Gabi").

3- Amigo interesseiro: é aquele que nunca puxou conversa com você, nunca demonstrou interesse em te conhecer, mas depois que ficou sabendo que você tá "nos extrangero", te adiciona no facebook. Se for alguém que você tinha brigado, tenta fazer as pazes e dizer que sente sua falta, naturalmente no mesmo momento em que tenta te adicionar como amigo. Engraçado que a pessoa só criou coragem para expressar essa saudade toda quando soube que você tá morando a um oceano de distância.

4- Amigo explorador: é aquele que acha que você tá podendo pois agora mora fora e vai ao banheiro na hora de pagar a conta do bar.

5- Parente distante que vira próximo: aquele parente que você só encontrou 2 vezes na vida e nunca conversou muito, de repente te adiciona como primo no facebook e tenta virar o melhor amigo do seu marido. Tem também aqueles que adicionam o seu marido como  parente no facebook e não adicionam você.

6- Amigo que faz de conta que você não foi embora: é aquele que não quer ouvir sobre nenhuma história do seu novo país.

7- Amigo competitivo: essa espécie encontramos principalmente no país da vida nova, são amigos de mesma nacionalidade que você e que querem sempre comparar os maridos, as casas, os salários, até qual marido é mais bonito, se veste melhor, é mais carinhoso... Tornam a sua vida uma competição em que o vencedor ganhará o troféu melhor vida.

8- Amigo sensível: é aquele que acha que você ficou metida depois que foi morar no exterior, fica ressentido.

9- Amigo patriota: esses são muitos. São aqueles que acham que nenhum lugar pode ser tão bom quanto o Brasil, mesmo nunca tendo saído do país. Quando alguém fala sobre o país novo que você mora eles resumem com um: aquele país frio, não sei como você aguenta.

10- Amigo que se importa com você: são aqueles que querem saber se você está bem e feliz, e ponto.

14 comentários:

  1. Gostei deste post.rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Ola conheci seu blog hoje gostei deste post muito interessante.
    E exatamente isso que acontece e umapena ne!!!
    Moro na suecia sou casada com um sueco bejos Me chamo Sandra tenha uma otima semana.!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Sandra, obrigada pela visita ;)
    Esse post foi uma brincadeira com fundo de realidade rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oiii menina amei esse post, descobri seu blog hj e to seguindo pq to adorando td q encontrei aqui. Eu moro na Alemanha atualmente e me identifiquei com uns 8 tipos de "amigos" desses..rsrs
    Se vc me der autorizacao gostaria de postar isso no meu blog (com todos os créditos que lhe sao devidos) qualquer dia.
    Enquanto isso, vc pode dar uma conferida por lá:

    http://dasaxoniaabaviera.blogspot.de/
    Tudo de bom pra vc! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi priiiima, obrigada pela visita e comentário!!! Seja bem vinda sempre! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Ká Miranda, obrigada pelos elogios ao blog. Pode usar a postagem lá sim, espero que sirva para alguma coisa ou pelo menos para que alguém dê umas risadas. Vou lá conferir seu blog agora. Abracos! Marcela.

    ResponderExcluir
  7. no meu caso ainda tem aqueles que toda vez que falam comigo ou marido é pra perguntar quando a gente volta; ou entao aquele que entra em contato só pra gente fazer uma comprinha básica de algum coisa que ele quer!! huahuahuaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha que brabo hein! Essa ainda não aconteceu comigo por aqui não.

      Excluir
  8. E aquele amigo/conhecido que não está satisfeito com a situação no país de origem e que nos tenta obrigar a arranjar-lhe emprego no nosso novo país...

    Gostei! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Joana, já aconteceu comigo também! Rsrs

      Excluir
  9. Depois que eu finalmente viajei (Paris e Londres) algumas pessoas passaram a não esconder de mim de que eu devo estar muito bem de vida como advogado (não, e estou muito longe disto). Dá vontade de falar: pare de trocar de carro todo ano que você também vai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Tudo é questão de prioridades, né? Comigo já recebi perguntas indiscretas e mal educadas do tipo: Da onde você tira dinheiro para viajar tanto? Na verdade, viajar para fora do Brasil muitas vezes é mais barato do que viajar no próprio país, né? E não necessariamente precisamos ficar em hotel 5 estrelas e comer nos restaurantes mais caros... :p

      Excluir
  10. HAhahahahahaha....Adorei!
    ótimo post!
    Abs

    ResponderExcluir

Comente aqui!